Logo Marca do Ministério da Previdência Social  
    Últimas notícias    Notícias da semana    Busca de notícias    Navegação facilitada   Expediente    
     
Página inicial  | Mapa do site | Ouvidoria  | Fale Conosco


  Notícias
09:16  -  14/10/2008
GESTÃO: INSS em Belo Horizonte implanta digitalização de documentos  
Quarenta processos serão digitalizados por dia na Agência Padre Eustáquio  
De Belo Horizonte (MG) – Quinze servidores da equipe do Centro de Documentação da Previdência (Cedocprev), da Gerência Executiva Belo Horizonte e da Divisão de Documentos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Brasília, concluem esta semana a implantação dos procedimentos da etapa de digitalização de documentos do Programa de Gerenciamento Eletrônico (PGE).

A organização digital vai facilitar a procura dos documentos, tornar mais ágil o atendimento nas Agências da Previdência Social e propiciar ainda uma melhor resolutividade dos recursos e demandas judiciais da instituição. Devido ao significativo número de pedidos de solicitação de buscas de processos, o projeto piloto será iniciado na Agência da Previdência Social BH/Padre Eustáquio, onde serão digitalizados 40 documentos por dia.

De acordo com o chefe da Seção de Gestão Documental, da Gerência Regional Belo Horizonte, Nilson Nascimento, o primeiro módulo a ser implantado é o da Unidade Central de Atendimento a Pesquisas Processuais. “Esse módulo irá organizar a digitalização do acervo e também gerenciar toda a documentação, promovendo o acesso simultâneo a esses documentos”, explicou.

A meta da Seção de Gestão Documental da Regional Belo Horizonte é implantar os 22 centros de documentação até 2011, um em cada gerência executiva da regional. Somente na Gerência Executiva Belo Horizonte, existem mais de 650 mil processos físicos arquivados. Nos Cedocprev são arquivados processos de benefícios que já foram concedidos ou indeferidos.

A previsão do Departamento de Logística do INSS é colocar em funcionamento, até 2011, o total de 92 Cedocprev em todo o país. Nos centros estará armazenado, de forma organizada, um volume que ultrapassa a mais de 500 quilômetros de documentos e processos do INSS, se arrumados lado a lado. A cada mês, dão entrada no instituto 160 mil novos processos.

Além de preservar o acervo documental do INSS, os sistemas de arquivos implantados nos Cedocprev contribuem para tornar mais eficaz a localização de documentos e processos. Toda a documentação fica mantida nos centros por uma periodicidade que varia de 50 a 100 anos, conforme a tabela de temporalidade e destinação de documentos, estabelecida pela Política Nacional de Arquivos.

Informações para a Imprensa
Nilmara Carla
(31) 3249-5076
ACS/INSS/MPS
 
  
Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.
  
Veja mais notícias relacionadas a este Assunto!

» Mais Notícias «